Ele tá saindo…

Meu novo projeto está sendo colocado em prática. Espero que dê tudo certo e lutarei e orarei por isso.

O blog já foi lançado e está na versão beta. Estou trabalhando nele e dicas serão muito bem vindas.

Sem mais delongas, conheçam o meu novo projeto, Jesus Não É Cristão.

Final de mais uma jornada

E aí, galera, tudo bem? Estou aqui para anunciar mais um final de jornada. É o fim do The Writings, mas calma. É pra melhorar o que eu faço.

De agora em diante, todo o meu trabalho estará focado no Jesus Não É Cristão, que ainda está na fase beta.

Visitem sempre o novo site e aproveitem esta nova fase.

Sagrado, de Palavrantiga

Fazia bastante tempo que eu não postava dica cultural, não é? Então aqui está uma incrível!
Primeiro porque a banda (Palavrantiga) é genial; segundo porque a letra reflete perfeitamente a situação da religião no Brasil e no mundo.

Confira a letra e a música abaixo:

É que o sagrado se tornou hilário
Ascendeu em abril
Se espatifou em maio
E o que é que ficou?
Ficou o riso amarelo

E agora tanto faz o que é sagrado
Nada importa se isso tudo não for antes santificado
Bem no interior do meu peito deserto

Estou tentando ser bem honesto
To dizendo tudo o que eu penso
Tão sabendo que eu te peço Deus

Venha o Teu reino
Bem dentro e lá fora
A Tua vontade
Pra sempre e agora
Pois tenho fome
Do pão desse dia
Daquilo que é só Teu

Ouça minha oração
Que se fez cantiga
Canção pra acordar
Se Deus aceitar cantiga
Minha oração, Deus, não perderá jamais

Letra retirada de Vagalume.

O meu sonho

Todo mundo tem sonhos, mas muita gente vive “mudando de sonho”. Se eu te perguntasse agora qual é o seu sonho, o que você diria? E se eu tivesse perguntado um mês atrás, seria a mesma coisa? Talvez não ter um objetivo definido em nossa vida, faça com que a gente sonhe com diversas coisas e não realize nada.

Eu já falei sobre sonhos aqui no blog (veja: “Humor, Felicidade e Sonhos” e “Manual para jovens sonhadores”) e hoje quero compartilhar um pouquinho do meu com vocês. Creio que assim que você o ler, vai achá-lo complicado, mas acredite, é muito mais difícil do que parece. O meu sonho, o meu objetivo de vida, é amar a Deus acima de todas as coisas e amar ao meu próximo como a mim mesmo.

Parece utópico e eu confesso que muitas vezes não o faço. Muitas vezes eu deixo Deus de lado para fazer a minha vontade e muitas vezes eu deixo os outros de lado para fazer o que eu quero, mas eu realmente quero vencer o meu ego, fazer aquilo que é correto. E como fazer isso?

Penso que a base de uma vida cristã deve ser servir. A maioria (para não dizer todas) as filosofias de vida pregam o bem estar da pessoa. Muita gente compra livro de auto ajuda, mas poucos compram livros de como ajudar alguém. E o cristianismo trata justamente disso. Jesus deixou toda a sua glória, veio para a Terra, se fez um de nós, foi humilhado, sofreu e foi crucificado para que pudéssemos ser salvos do pecado. Se ele, que é Deus, fez isso, por que nós não fazemos?

Outra coisa que devemos ter em mente é quem Deus realmente é. Deus é onipotente, onisciente e onipresente, certo? Sim. Mas precisamos por isso em prática. Quando nós vemos que Deus diz que determinada coisa é pecado e nós teimamos e fazemos a nossa vontade, estamos sendo profundamente burros. Como eu já disse, eu também peco, mas o que estou querendo dizer é que nós “sabemos” que Deus é onisciente e preferimos agir por nossa própria conta.

E aí, você tem agido mais por conta própria ou tem se deixado guiar pela verdade?

4 lições de um Carnaval diferente

Mais um Carnaval se passou e eu, particularmente, tive um dos melhores carnavais da minha vida – se não o melhor – Aprendi muitas coisas e quero compartilhar um pouco com vocês.

Faça seu dia valer a pena

A primeira noite não foi tão boa e me fez querer muito estar em casa. Eu não dormi nada. Por quê? Por causa de umas pessoas que passaram a noite inteira acordados (tomaram TNT) atormentando os outrospintando meu colchão e edredom de batome gritando como loucos. Isso não foi nada legal. Isso não foi nada amoroso nem respeitoso, mas no final, tudo deu certo.

No outro dia, mesmo cansados, acabados e sem dormir, fizemos o dia valer a pena. Fizemos tudo como se nada tivesse acontecido. E o melhor: nos divertimos muito.

A vingança nunca é plena

Obviamente uma das coisas que pensamos quando acordamos foi vingança. Eu até me surpreendi com tantas ideias para tal feito [risos]. Mas no final percebemos que vingança seria pior. Estaríamos fazendo o mesmo e iria criar um círculo vicioso de vinganças.

Recebemos a recompensa de ter feito o certo. De noite o pastor fez um “círculo de reflexão” excelente. Repensamos tudo o de bom e de ruim do dia e todos prometeram não fazer bagunça. Tivemos uma noite incrivelmente deliciosa e recheada de sono.

Você não é o centro, mas tudo depende de você

Temos a mania de querer que tudo dê maravilhosamente certo e que os outros façam as coisas. Mas isso tem dois problemas: é totalmente egocêntrico e para você aproveitar, você precisa fazer algo.

Por que os outros devem servir e você ser servido? Você nasceu pelado e vai morrer sem levar nada como todo mundo. Todo o seu corpo e genética são semelhantes ao de todos. Por que você é melhor? Como você quer que os outros façam algo se você não o faz? Se todos fizessem o mesmo que você, como seria o mundo?

Se quer ser feliz, você tem que fazer com que seja. Corra atrás do que quer. Além de ser injusto que os outros corram por você, nem sempre isso vai dar certo.

Honra a quem honra

Sempre vão ter aqueles que estarão servindo e uma coisa que aprendi em minha curta vida é que elogiar dá muito certo. Quando você elogia você está sendo justo, humilde, reconhecendo o que o outro fez e o ajudando a continuar fazendo o que faz.
Pode ter certeza que elogiar faz do mundo um lugar melhor. Honre a quem honra. Diga “obrigado”, “parabéns” e faça do mundo um lugar melhor.