Crimes, Ignorância e um Paradoxo

O futuro do Brasil é incerto, aliás tudo relacionado ao futuro é incerto, mas eu ainda me deparo com coisas que me surpreendem. É aquela história: quando você acha que já viu tudo, aparece algo diferente.

Vejo ações desumanas, como um motorista atropelar um ciclista e jogar o braço no rio. Vejo ignorância, pessoas falando de algo que não entendem como se fossem p.h.D. (se ao menos soubessem o que isso significa). Vejo indignação e passividade, o que é um paradoxo.

É difícil entender tudo isso e eu nem tenho capacidade para faze-lo. Afinal, não sou nenhum pesquisador e o objetivo deste blog não é ser algo muito cientifico, mas desconfio de algumas coisas e quero falar um pouco delas neste post.

O que leva as pessoas a cometerem crimes?

Há quem diga que a resposta a esta questão seja diferenças no cérebro.

Se fosse só isso, não poderíamos fazer muita coisa, porém existe também a construção social por trás disso tudo. Muitos crimes acontecem por causa de traumas, que são culpa da sociedade (preconceito contra gordinhos, por exemplo).
Muitas pessoas roubam por não terem condições financeiras de se alimentar e a cultura da violência também pode levar ao crime, como alguns dizem que ocorre nos EUA.

Por que as pessoas falam sobre o que não sabem?

O ser humano quer sempre ser superior, e dói nele saber que ele é um nada. Por isso muitas pessoas falam de política sem entender, para fingirem que são “cultos”, que estudam e leem (vale lembrar que não existe “mais culto”, todos têm cultura, porém a cultura difere).

Pode ser também que as pessoas o fazem por acharem que sabem. Algumas pessoas acham que se ler Veja (meus pêsames para você se você lê), vai saber de tudo sobre política, mas não é bem assim. Nem mesmo pessoas que estudam e fazem pesquisas há 30 anos sabem de tudo.

Indignação e passividade

Todo mundo acha um absurdo o Renan Calheiros ter sido eleito, há um tempo, presidente do Senado, mas quase ninguém protesta. Todo mundo acha um absurdo a tarifa de ônibus, mas quase ninguém protesta. Por que isso?
Como eu costumo dizer, as pessoas vivem em uma equação:

Vontade > Medo/Conforto = Ação
Vontade < Medo/Conforto = Passividade

Ou seja, quando a nossa vontade de ver e ser a mudança for maior que o nosso medo ou o nosso conforto, iremos fazer algo. É sempre assim em todas as áreas da nossa vida.

Infelizmente, a vontade e indignação do povo ainda não superou o conforto dele de ficar em casa. A população ainda acha que vale mais a pena ser controlado pela mídia horrenda a sair pelas ruas para mudar alguma coisa.
Cabe a nós ficar ciente e conscientizar os outros de que o conforto pode gerar dor no futuro, de que mesmo que sejamos da classe média, ou da alta, há gente sem uma habitação decente. Devemos ficar cientes de que enquanto estamos parados, alguém está se mexendo em nosso lugar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s