Enquete

Uma coisa de cada vez

Na internet temos mania de abrir um monte de sites, vídeos, etc. Vemos um vídeo enquanto conversamos com um(a) amigo(a) e fazemos um trabalho. Com tanta coisa, tanta informação, tentamos fazer muito, mas o resultado é que acabamos não fazendo nada.

Quando paramos tudo para fazer uma coisa só, fazemos muito melhor. Quase sempre é muito mais produtivo fazer apenas uma coisa num dia – desde que bem feita – do que dezenas.

@Adair_Neto

Humor, felicidade e sonhos

Quando algo dá errado, nosso humor fica ruim. Quando algo dá certo, ficamos muito felizes. Nosso humor depende do contexto, mas será que isso está certo? Eu acho que não.

É impossível fazer com que nada de errado, não temos como ter uma vida sem erros, mas também não podemos atrapalhar a nossa vida por eles. Os erros servem para aprendermos e os fracassos não são motivos para mais fracasso, mas sim para continuar lutando. No post Um convite à melhora, por exemplo, vendo meus erros, eu aprendi com eles.

Se algo der errado e você se deixar levar por isso, você vai contribuir para que seus outros projetos e sonhos também deem errado e seu mau humor vai ser algo realmente chato para seus amigos, aliás, se você for sempre mau humorado, muitos irão se afastar de você.

Mas não precisa ser assim. Se escolhermos ser felizes, independentemente do contexto, iremos viver melhor, agir melhor e ter mais chance de nossos sonhos se tornarem realidade. Mesmo que isso tudo seja difícil, lembre-se sempre que:

Não é sua vida que faz seu humor. É seu humor que faz a sua vida.

@Adair_Neto

Manual para jovens sonhadores

Manual Para Jovens Sonhadores, de Nathalie Trutmann é um livro incrível! Pelo título achamos que é muito infantil, mas é exatamente isso que a escritora quer nos mostrar. Sonhar é para todos, não só para as crianças e deveríamos imitá-las em muitos aspectos.
Em cada página Trutmann nos prova os benefícios e o porquê de sonhar. Ela usa exemplos próprios, sem papas nas letras, para mostrar que errar nos faz acertar. Ela conta histórias da vida dela que não esperamos ouvir de ninguém além de nossos amigos mais íntimos.

Nathalie também mostra que o mundo pode ser realmente tão louco, inusitado e apaixonado quanto quisermos. Mostra como a opinião das pessoas nos faz desistir de nossos sonhos e mostra que apenas aqueles que desistem acham que sonhar não vale a pena.

O livro é curto, tem uma linguagem super simples e bem humorada. Recomendadíssimo!

 

E aí, qual é o seu sonho?


Baixe o livro de graça em http://manualparajovenssonhadores.com/

@Adair_Neto

Exército e ditadura militar

Pensando sobre o que as Forças Armadas deveriam fazer, lembrei de desastres naturais e delas ajudando as pessoas nesses momentos trágicos. Como seria bom se as forças armadas fossem só isso!

O Exército, a Marinha e a Aeronáutica deveriam existir para ajudar as pessoas. É muito bom que nossa sociedade tenha uma instituição criada para nos ajudar, assim como os bombeiros. Não é preciso nem armas nem guerra. Quem faz guerra são pessoas que têm medo de perder o poder.

Além disso, o Exército é uma instituição incrivelmente machista e anti-democrática. Quem quiser servir, que se aliste, independentemente do sexo. Todos podem ajudar e ninguém é obrigado a ajudar.

Militares ajudam após um desmoronamento na região serrana do Rio de Janeiro

Depois eu fiquei pensando: como alguém defende ditadura militar? As únicas pessoas que defendem a ditadura são pessoas que têm as mesmas opiniões (pelo menos na maioria das coisas) que as que estão no poder. Ninguém vai querer ser obrigado a fazer o que acha errado.

As pessoas que lutam pela ditadura mostram uma falta de altruísmo e de racionalidade surpreendentes. Mesmo que você tenha certeza absoluta de que está certo, o outro também pode ter a mesma certeza. E quem é você para obrigá-lo a ser do jeito que você é? Novamente, ele poderia fazer o mesmo contigo.

Ditadura é algo bem idiota porque funciona mais ou menos assim: “eu sou branco, de tal religião, casado, me visto como a moda manda e não tenho cabelo comprido nem tatuagem. Seria bom que todos fossem assim. Vou matar quem não é.”

Ditadura é o cúmulo do egocentrismo. Se você acha que tal coisa é a certa, tudo bem. Mas não obrigue ninguém a concordar.
Para repensar o que é bom recomendo o texto “Questionamentos sobre mudança, bom e equilíbrio.”

“E é assim que a democracia acaba, com um estrondoso aplauso” (senadora Padmé Amidala, de Star Wars).

@Adair_Neto